• Utilizador em Destaque: Gonçalo F. Santos
Blogue: Gonçalo F. Santos
Publicações: Abril 2012
O Gonçalo tem 31 anos e é fotógrafo. Colabora com várias revistas como a GQ, a Time Out e até fotografa capas de CD (como o mais recente trabalho da Luísa Sobral). Pelo seu sucesso dentro e fora de portas, não resistimos em ir conhecer um bocadinho melhor este rapaz.
Este é o teu primeiro blogue? Porque decidiste abrir um blogue no Tumblr?
Este será o meu segundo blogue. Antes tive um blogue noutra plataforma mas nunca gostei muito do aspecto e pior ainda, odiava o nome do site!
Em tempos tive dois blogues no Tumblr, um era com a parte editorial do meu trabalho - retratos e outros trabalhos - e outro onde punha trabalho de autor. Acabei por apagar o último e dedicar-me só a um blogue que é a extensão do meu trabalho do dia-a-dia.
Não sei dizer o porque de ter optado pelo Tumblr, pode ter sido por uma coisa de “moda”. Actualmente é mais uma ferramenta de trabalho, é uma das melhores maneiras de acompanhar o trabalho de outros fotógrafos, acaba por funcionar como uma rede social nesse aspeto.
Como começou a atividade da fotografia para ti? Quando é que pegaste numa câmara pela primeira vez e pensaste “vou fazer aqui um bocado de arte”?
A fotografia de uma forma mais séria começou durante a faculdade, eu estava a tirar uma licenciatura em História Moderna e Contemporânea no ISCTE e, durante o primeiro semestre, tive uma cadeira em que tinha que elaborar um projeto de investigação. Optei por elaborar um projeto sobre a Chechénia e, durante a pesquisa para o trabalho, acabei por tropeçar muitas vezes em fotografias do conflito e dei por mim mais interessado nas fotografias do que em concluir o trabalho.
Nessa altura vivia fascinado com o trabalho do Stanley Greene e do Christopher Morris, fotógrafos de guerra que tinham estado na Chechénia. A nota do projeto foi boa, mas o meu interesse pelo curso começou a esmorecer.
Entretanto descobri um curso de Fotografia no Cenjor e nem sequer cheguei a assistir ao segundo semestre. Fui para o Público fazer um estágio.
Nunca me mentalizei que iria ser fotógrafo ou viver da fotografia, as coisas acabaram por ir acontecendo. Experimentei diferentes áreas dentro da fotografia - do fotojornalismo à fotografia de moda - e fiquei pelo retrato, precisamente a área onde tive mais dificuldades ao princípio.
Para ti, quais são os blogues Tumblr imperdíveis da actualidade?
Por norma, só sigo blogues de fotógrafos ou de pessoas que usam o Tumblr para colocar trabalho original. Dai dizer que o Tumblr é muito uma ferramenta de trabalho. 
Há um blogue de que gosto particularmente, o Subliminous do João Canziani. É um fotografo que vive em Brooklyn que, além de ter um trabalho lindo, é um bom amigo. Parte curiosa, conheci o João através do Tumblr! :) 
Quem são as tuas referências na área da fotografia?
Sem sombra de dúvidas, o Richard Avedon, o Irving Penn e o Helmut Newton. Existem muitos fotógrafos que admiro imenso, mas estes três são as minhas principais referencias.
Que planos tens para 2013 em termos de carreira artística?
Não me considero um artista nem nada que se pareça, fotografo muitos artistas e conheço imensas pessoas fantásticas.
Francamente só quero continuar a fazer retratos! Tenho a sorte de fazer precisamente aquilo que gosto e para ter um 2013 genial é só continuar a fazer o que tenho feito.

Fotografia: Gonçalo F. Santos

      Utilizador em Destaque: Gonçalo F. Santos

      Blogue: Gonçalo F. Santos

      Publicações: Abril 2012

      O Gonçalo tem 31 anos e é fotógrafo. Colabora com várias revistas como a GQ, a Time Out e até fotografa capas de CD (como o mais recente trabalho da Luísa Sobral). Pelo seu sucesso dentro e fora de portas, não resistimos em ir conhecer um bocadinho melhor este rapaz.

      Este é o teu primeiro blogue? Porque decidiste abrir um blogue no Tumblr?

      Este será o meu segundo blogue. Antes tive um blogue noutra plataforma mas nunca gostei muito do aspecto e pior ainda, odiava o nome do site!

      Em tempos tive dois blogues no Tumblr, um era com a parte editorial do meu trabalho - retratos e outros trabalhos - e outro onde punha trabalho de autor. Acabei por apagar o último e dedicar-me só a um blogue que é a extensão do meu trabalho do dia-a-dia.

      Não sei dizer o porque de ter optado pelo Tumblr, pode ter sido por uma coisa de “moda”. Actualmente é mais uma ferramenta de trabalho, é uma das melhores maneiras de acompanhar o trabalho de outros fotógrafos, acaba por funcionar como uma rede social nesse aspeto.

      Como começou a atividade da fotografia para ti? Quando é que pegaste numa câmara pela primeira vez e pensaste “vou fazer aqui um bocado de arte”?

      A fotografia de uma forma mais séria começou durante a faculdade, eu estava a tirar uma licenciatura em História Moderna e Contemporânea no ISCTE e, durante o primeiro semestre, tive uma cadeira em que tinha que elaborar um projeto de investigação. Optei por elaborar um projeto sobre a Chechénia e, durante a pesquisa para o trabalho, acabei por tropeçar muitas vezes em fotografias do conflito e dei por mim mais interessado nas fotografias do que em concluir o trabalho.

      Nessa altura vivia fascinado com o trabalho do Stanley Greene e do Christopher Morris, fotógrafos de guerra que tinham estado na Chechénia. A nota do projeto foi boa, mas o meu interesse pelo curso começou a esmorecer.

      Entretanto descobri um curso de Fotografia no Cenjor e nem sequer cheguei a assistir ao segundo semestre. Fui para o Público fazer um estágio.

      Nunca me mentalizei que iria ser fotógrafo ou viver da fotografia, as coisas acabaram por ir acontecendo. Experimentei diferentes áreas dentro da fotografia - do fotojornalismo à fotografia de moda - e fiquei pelo retrato, precisamente a área onde tive mais dificuldades ao princípio.

      Para ti, quais são os blogues Tumblr imperdíveis da actualidade?

      Por norma, só sigo blogues de fotógrafos ou de pessoas que usam o Tumblr para colocar trabalho original. Dai dizer que o Tumblr é muito uma ferramenta de trabalho. 

      Há um blogue de que gosto particularmente, o Subliminous do João Canziani. É um fotografo que vive em Brooklyn que, além de ter um trabalho lindo, é um bom amigo. Parte curiosa, conheci o João através do Tumblr! :) 

      Quem são as tuas referências na área da fotografia?

      Sem sombra de dúvidas, o Richard Avedon, o Irving Penn e o Helmut Newton. Existem muitos fotógrafos que admiro imenso, mas estes três são as minhas principais referencias.

      Que planos tens para 2013 em termos de carreira artística?

      Não me considero um artista nem nada que se pareça, fotografo muitos artistas e conheço imensas pessoas fantásticas.

      Francamente só quero continuar a fazer retratos! Tenho a sorte de fazer precisamente aquilo que gosto e para ter um 2013 genial é só continuar a fazer o que tenho feito.

      Fotografia: Gonçalo F. Santos